2017 foi um ano Épico!

É inevitável começar este sucinto balanço do ano 2017 com a seguinte afirmação: “Este ano que agora se conclui ficará para sempre profundamente gravado em mim!” Essencialmente porque foi um ano onde me descobri ainda mais além do que achava possível. Confirmei que para irmos mais longe precisamos de quem esteja disposto a fazer a viagem…

EPIC5: Qual foi a parte mais difícil?

Qual foi a parte mais difícil? Esta é uma pergunta muito frequente sempre que falo do EPIC5. E a verdade é que é muito difícil apontar “uma parte” como a mais difícil, ou a difícil. Toda a Prova é difícil, não tenhamos ilusões. Por mais que eu conte a história do EPIC5 com um sorriso,…

Consequências Pós-Prova EPIC5: Desequilíbrio de sonos e descanso

Outra das “mazelas” que a prova do EPIC5 me deixou, durante cerca de 15 dias foi o desequilíbrio de sonos e descanso. É verdade, demorei quinze dias a acertar sonos e a recuperar os níveis de descanso corporal! Esta situação foi o resultado da conjugação de dois factores, a enorme diferença horária entre Portugal e…

Consequências Pós-Prova EPIC5: Perda de Peso

Depois de terminar o EPIC5, depois de celebrar, demorei alguns dias até tomar consciência total do feito. Não se tratou apenas do facto de ter chegado ao fim em menos tempo que qualquer outro atleta, foi por tê-lo feito mantendo a minha postura de sempre, sendo leal aos meus princípios e disciplinado perante as minhas…

A importância de uma equipa focada: EPIC5

Entre as muitas certezas e lições que trago do Desafio EPIC5 há uma que ultrapassa em muito a minha singularidade. Refiro-me à vincada certeza de que teria sido impossível completar este desafio sozinho. Por isso, hoje quero ter uma palavra para a equipa que me acompanhou.   Que me acompanhou não… que me levou até…

EPIC5: a importância de levar pedais

Desde que percebemos que a bicicleta não chegou connosco ao EPIC5 e durante todo o tempo em que andámos a tentar resolver o seu “desaparecimento”, consegui transmitir à equipa e à direcção de prova, uma sensação de calma e serenidade a todos os níveis inesperada. Algo que muito admirou todo o staff. Os outros atletas…

EPIC5: A minha bicicleta não chegou connosco

À chegada ao Havai, para participar no EPIC5, foi um misto de alegria e alguma ansiedade. Alegria por finalmente estar a pisar a “terra mãe” do triatlo longo e ansiedade por sentir que o início da aventura estava cada vez mais perto. Esta natural ansiedade agravou-se pela confirmação de algo que já desconfiávamos desde que…

O que acontece quando paro de praticar desporto

Creio que agora, depois de uma prova como o EPIC5, mereço umas boas semanas de férias! Hoje explico-vos o que me acontece quando paro de praticar desporto. No entanto são necessários alguns cuidados, pois sempre que paro de praticar desporto (mesmo que só por algumas semanas) há algumas alterações no meu corpo que convém que…

O meu primeiro Ironman Lanzarote

No EPIC5 fiz 5 Ironmans seguidos, mas hoje conto-vos como foi o primeiro. Depois de ter feito a meia distância do Ironman em Lanzarote 70.3 (1900mts a nadar, 90kms a pedalar e meia-maratona a correr – 21Kms) em 2013, sabia que a prova longa nessa mesma ilha  já estava alinhada para ser a próxima etapa…

Da Corrida para o Triatlo

O triatlo surgiu como uma evolução natural, pois sempre quis experimentar esta modalidade e depois de me sentir confortável a correr podia tentar acrescentar-lhe a natação e o ciclismo de que também sempre gostei. Comecei a treinar e inscrevi-me com um grupo de amigos no Triatlo Internacional de Lisboa(2013). Todos eles se inscreveram na distância…