Quarto dia: uma aliança ibérica no EPIC5

O quarto dia de prova do EPIC5 foi o dia mais duro até agora, mental e fisicamente.

Saímos bastante cedo do hotel depois de algumas horas de sono e de descanso para darmos início ao quarto dia de prova.

Hoje sentimos bem como é importante aproveitar todos os momentos possíveis para descansar.

Quarto dia EPIC5 Aeroporto
A chegada a Maui deixou-me logo bem disposto! Fomos diretos para Kaloma Beach para nadar os 3,8kms em água tépida e sob um sol abrasador.

A prova decorreu em ritmo mais lento que nos dias anteriores, com os atletas a trocar gestos cúmplices que denunciavam o nosso cansaço acumulado. Este dia revelou mais uma vez o  espírito do EPIC5.

Maui é conhecida por ser ventosa, e este quarto dia não foi excepção.

O calor e o vento quente não deram tréguas durante todo o percurso de bicicleta. Sendo um trajecto de ida e volta, o vento só nos ajudou num dos sentidos!
O relevo era duro e não houve facilidades, nem na bicicleta nem na corrida.

quarto dia epic5 bicicleta

 

Eu e um dos outros participantes, o atleta  espanhol, decidimos formar uma aliança ibérica e fazer juntos ambos os percursos.

A corrida começou já de noite e durou até às duas horas da manhã, por ruas quase desertas com os relvados invadidos por sapos!

quarto dia corrida epic5

Nestes últimos dias, o tempo não é o que mais interessa, mas a prova de hoje cumpriu-se em 16h29. Eu e o atleta Espanhol fomos os primeiros a chegar!

quarto dia epic5 portugal e espanha

O líder até hoje retirou-se da prova no final do percurso de bicicleta. Estou por isso a discutir o primeiro lugar com dois atletas de perfil completamente distinto: o espanhol com quem sinto bastante afinidade e um jovem russo, que foi surpreendido pela dificuldade da prova.

Que saibamos, já houve duas desistências, sendo que a atleta alemã continua em prova.

Por agora é tudo, vamos descansar e preparar-nos mentalmente para o último dia!
Está quase…

Até amanhã!

José Massuça

Partilha

Um comentário

Os comentários estão fechados